Festa da Skol, em S√£o Paulo: a marca investe em mais de 2‚ÄČ000 eventos para se manter pr√≥xima dos clientes

As marcas brasileiras mais valiosas de 2014

By | Eventos, Marketing Digital, Notícias, Publicidade | Seja o primeiro a comentar!

O poder das marcas influencia boa parte de nossas decis√Ķes ‚ÄĒ desde o celular que est√° no bolso, o carro que dirigimos at√© a escolha de ler uma revista como EXAME. Embora tenham um valor enorme e ineg√°vel, as marcas sempre foram tratadas como bens intang√≠veis.

Para resolver esse problema, a consultoria inglesa Interbrand desenvolveu, em 1988, em parceria com a escola de negócios London Business School, uma metodologia que se tornou mundialmente reconhecida. Primeiro, a Interbrand analisa o desempenho financeiro das marcas.

Depois, o peso de sua influ√™ncia nas decis√Ķes de compra dos consumidores. E, por √ļltimo, sua for√ßa em rela√ß√£o aos competidores. Ao final, a consultoria tem um ranking com o valor das principais marcas de um pa√≠s. Nos resultados deste ano para o mercado brasileiro, que EXAME publica agora com exclusividade, houve a maior mudan√ßa nas tr√™s primeiras posi√ß√Ķes em mais de uma d√©cada.

Desde 2001, o topo do ranking tem sido um espa√ßo exclusivo de bancos (Ita√ļ, Bradesco e Banco do Brasil), com algumas apari√ß√Ķes da Petrobras. Na edi√ß√£o deste ano, a cerveja Skol, da cervejaria Ambev, furou pela primeira vez o bloqueio dos grandes do mercado financeiro ao conquistar o terceiro lugar.

Festa da Skol, em S√£o Paulo: a marca investe em mais de 2‚ÄČ000 eventos para se manter pr√≥xima dos clientes

Festa da Skol, em S√£o Paulo: a marca investe em mais de 2‚ÄČ000 eventos para se manter pr√≥xima dos clientes

‚ÄúUma marca forte √© respons√°vel diretamente pelo sucesso de um neg√≥cio‚ÄĚ, diz Daniella Giavina-Bianchi, diretora executiva da Interbrand no Brasil. √Ä primeira vista pode parecer estranho, mas o futuro ajuda a entender o porqu√™ da ascens√£o da Skol.

Entre os dias 1¬ļ e 3 de maio de 2015, a cidade de Itu, no interior paulista, vai hospedar uma das festas de m√ļsica eletr√īnica mais badaladas do mundo, a belga Tomorrowland. Tem tudo para ser um enorme sucesso, pelo menos de p√ļblico. Em apenas 3 horas, os 180‚ÄČ000 ingressos colocados √† venda em setembro se esgotaram.

A organiza√ß√£o promete ‚Äúum fim de semana m√°gico‚ÄĚ, com 150 atra√ß√Ķes em cen√°rios gigantescos, decorados com fadas e gnomos. Para a marca Skol, a principal patrocinadora do Tomorrowland Brasil 2015, quanto mais ‚Äúirada‚ÄĚ a festa, melhor. ‚ÄúQueremos que as pessoas tenham um fim de semana inesquec√≠vel e associem nossa marca a ele‚ÄĚ, diz Pedro Earp, vice-presidente de marketing da Ambev.

Em larga medida, essa estrat√©gia da Ambev segue os ensinamentos do americano David Aaker, professor da Universidade da Calif√≥rnia, em Berkeley. Aaker, um dos maiores especialistas mundiais em marketing, diz que uma marca se torna mais forte quando oferece experi√™ncias. Isso porque os consumidores se sentem ‚Äúamigos‚ÄĚ do produto.

‚ÄúAs pessoas retribuem o que as marcas d√£o a elas‚ÄĚ, diz Aaker. Estar pr√≥xima de grandes eventos voltados para o p√ļblico jovem √© uma estrat√©gia antiga da Skol. Na √ļltima d√©cada, a marca deu nome a dois grandes festivais de m√ļsica eletr√īnica, o Skol Beats e o Skol Sensation.

S√≥ neste ano patrocinou mais de 2‚ÄČ000 festas, incluindo o Carnaval em Salvador, Olinda e S√£o Paulo. Isso tem ajudado a Skol a manter uma fatia pr√≥xima de 30% do mercado, a maior do segmento, segundo a consultoria Euromonitor.

Ranking Marca Valor da marca (em reais) Diferença em relação a 2013
1 Ita√ļ 21,6 bi 12%
2 Bradesco 15 bi 7%
3 Skol 11,6 bi 23%
4 Banco do Brasil 10,4 bi -12%
5 Brahma 9,4 bi 31%
6 Natura 7,6 bi 2%
7 Petrobras 6,8 bi -23%
8 Antarctica 3,6 bi 15%
9 Vivo 2,7 bi 3%
10 BTG Pactual 2 bi 4%
11 Cielo 1,3 bi 16%
12 Casas Bahia 1,2 bi 20%
13 Lojas Americanas 817 mi 8%
14 Renner 783 mi -7%
15 Hering 769 mi 25%
16 Ipiranga 734 mi 21%
17 Extra 687 mi 11%
18 Oi 686 mi -2%
19 Caixa 677 mi -4%
20 Porto Seguro 487 mi 3%
21 Rede 470 mi N√£o consta
22 Totvs 461 mi 21%
23 Havaianas 437 mi 17%
24 P√£o de A√ß√ļcar 372 mi 7%
25 Magazine Luiza 366 mi N√£o consta

Uma presen√ßa t√£o grande num dos pa√≠ses que mais consomem cerveja garante √† marca, presente no Brasil e em algumas poucas na√ß√Ķes vizinhas, um valor superior ao da holandesa Heineken, comercializada em mais de 180 mercados. Pelas contas da Interbrand, a Skol vale o equivalente a 4,6 bilh√Ķes de d√≥lares, enquanto a Heineken vale, no mundo, 4,2 bilh√Ķes.

A Skol n√£o foi a √ļnica marca de cerveja a ir bem na edi√ß√£o deste ano da pesquisa. A Brahma, tamb√©m da Ambev, subiu duas posi√ß√Ķes, de s√©timo para quinto lugar, e viu o valor de sua marca aumentar 31%, o maior crescimento entre as 25 listadas. A Antarctica, tamb√©m da Ambev, continuou na oitava posi√ß√£o, mas seu valor cresceu 15% em rela√ß√£o ao ano anterior.

Segundo a consultoria, parte desse sucesso do setor de bebidas se deve √† Copa do Mundo, que aumentou as vendas na metade do ano de forma at√≠pica. De certa maneira, o setor de cerveja teve ‚Äúdois ver√Ķes‚ÄĚ em 2014. Entre abril e junho, o lucro l√≠quido da Ambev foi 16% maior do que no mesmo per√≠odo do ano anterior.

E vale lembrar que o desempenho financeiro √© o principal atributo analisado pela consultoria Interbrand ao avaliar o valor das marcas. Cada uma a seu modo, as tr√™s marcas da empresa aproveitaram bem o evento esportivo. A Brahma, que historicamente tem forte liga√ß√£o com o futebol, patrocinou a sele√ß√£o brasileira e promoveu mais de 1‚ÄČ500 festas em 500 cidades. A Antarctica, associada ao estilo ‚Äúlevar a vida numa boa‚ÄĚ, decorou as latinhas com imagens de est√°dios.

O banco Ita√ļ, dono da marca mais valiosa do Brasil desde o ano 2001, quando o levantamento come√ßou a ser feito no pa√≠s, tamb√©m pegou carona na Copa do Mundo. Com um investimento de cerca de 300 milh√Ķes de reais, patrocinou o evento e tamb√©m a sele√ß√£o brasileira.

‚ÄúBancos t√™m uma conex√£o muito racional com seus clientes e precis√°vamos mudar essa rela√ß√£o para fortalecer a marca‚ÄĚ, diz Fernando Chacon, diretor executivo de marketing do Ita√ļ. O caso dos bancos √© um cap√≠tulo √† parte. O Ita√ļ e seus concorrentes costumam adotar a estrat√©gia de associar seu nome a atividades sem liga√ß√£o com seu neg√≥cio.

Em algumas cidades, d√£o nome a cinemas e teatros e patrocinam sistemas de compartilhamento de bicicletas. O que explica isso √© a dificuldade que os bancos sempre tiveram de criar uma imagem positiva com o p√ļblico. Em geral, eles n√£o s√£o vistos ¬≠como as institui√ß√Ķes que emprestam e, assim, viabilizam o sonho de consu¬≠midores e empreendedores. Ao contr√°rio.

São criticados pelas altas taxas de juro e por, supostamente, ter lucros fáceis. De acordo com o senso comum, as pessoas e as empresas avançam apesar dos bancos, não com a ajuda deles. As seguradoras também aprenderam que podem conseguir resultados melhores quando desviam o foco de seus produtos.

Em 2009, a seguradora Porto Seguro come√ßou a promover a campanha Tr√Ęnsito + gentil, que incentiva os motoristas a ser menos agressivos. Para refor√ßar a campanha, a seguradora d√° descontos a clientes que n√£o t√™m nenhuma multa durante o ano. ‚ÄúUma marca com uma causa fica mais relevante‚ÄĚ, afirma Fabio Luchetti presidente da Porto Seguro.

O peso do dinheiro

No caso do Ita√ļ, o patroc√≠nio da sele√ß√£o brasileira e da Copa do Mundo realmente ajudou a aumentar a empatia do p√ļblico com a marca ‚ÄĒ apesar do fiasco brasileiro diante da Alemanha. Mas ainda que o efeito disso seja passageiro, √© prov√°vel que o banco (e tamb√©m o Bradesco e o Banco do Brasil) continue entre os primeiros colocados nos rankings da Interbrand nos pr√≥ximos anos.

O motivo principal, por mais paradoxal que possa parecer, √© o fato de os bancos ganharem tanto dinheiro ‚ÄĒ justamente o motivo da antipatia que despertam. Pelos crit√©rios da Interbrand, marca valiosa √© sin√īnimo de marca que fatura e d√° lucro. E, nesse quesito, os bancos brasileiros costumam ir muito bem.

Juntos, os quatro maiores (Ita√ļ, Bradesco, Banco do Brasil e Caixa Econ√īmica Federal) tiveram, no primeiro semestre deste ano, um lucro l√≠quido de 25,6 bilh√Ķes de reais, 19% mais do que no mesmo per√≠odo do ano passado.

O banco BTG Pactual, por exemplo, n√£o est√° entre os maiores anunciantes nem tem uma marca reconhecida pelo grande p√ļblico. Mesmo assim, em 2013, na primeira vez em que figurou no ranking, j√° entrou na d√©cima coloca√ß√£o.

De certa forma, as listas das marcas mais valiosas da Interbrand ajudam a descrever a economia de cada pa√≠s. Se no Brasil as grandes estrelas s√£o bancos, na Coreia do Sul os tr√™s primeiros lugares s√£o ocupados por marcas de produtos. A primeira colocada √© a fabricante de eletr√īnicos Samsung, seguida das montadoras de autom√≥veis Hyundai e Kia.

Na √ćndia, a marca Tata (que atua em v√°rios setores, entre eles siderurgia, tecnologia da informa√ß√£o e carros) est√° √† frente, seguida pela Reliance Industries, outro conglomerado industrial, e pela Airtel, a maior empresa de telefonia celular do ¬≠pa√≠s.

Todas as cinco maiores marcas globais são americanas: a fabricante de computadores e celulares Apple, a empresa de tecnologia ­Google, a companhia de bebidas Coca-Cola, a gigante de tecnologia IBM e a fabricante de softwares Microsoft.

No Brasil, al√©m de bancos e cervejas, outra caracter√≠stica marcante √© a presen√ßa de empresas donas de lojas f√≠sicas no ranking. Das 25 da lista, 15 t√™m um p√© no varejo, sendo que duas s√£o supermercados: Extra e P√£o de A√ß√ļcar. A ascens√£o da nova classe m√©dia e o aumento expressivo do consumo que se seguiu nos √ļltimos anos √© parte da explica√ß√£o desse fen√īmeno.

Ciente de que era importante ter lojas físicas, várias empresas se arriscaram no varejo. Apesar de ter pouco mais de 2% do mercado de roupas do Brasil, a fabricante Hering é a rede de marca própria com a maior presença física. A primeira loja foi aberta nos anos 90, mas o forte da expansão aconteceu na década passada.

Em termos de reconhecimento, o investimento tem valido a pena. Pelos c√°lculos do √ļltimo levantamento da Interbrand, a marca teve o segundo maior crescimento em rela√ß√£o ao ano passado, ficando atr√°s somente da Brahma. Neste ano, a empresa abriu a Hering for You, loja dedicada somente ao p√ļblico feminino.

‚ÄúDepois do investimento inicial que fizemos no varejo, chegamos √† conclus√£o de que podemos usar outros formatos de loja que nossos clientes v√£o nos reconhecer‚ÄĚ, diz F√°bio Hering, presidente da Hering. A empresa segue a m√°xima de que, quanto mais contato uma marca tem com o p√ļblico, maior √© a chance de ela ser lembrada.

As que mais fazem parte da vida dos consumidores ‚ÄĒ seja na vida real, seja no plano dos desejos ‚ÄĒ costumam ser as mais fortes e valorizadas. E poucas coisas s√£o mais importantes do que isso para uma empresa.


Fonte: As marcas brasileiras mais valiosas de 2014

Porto Alegre recebe evento que reunir√° grandes nomes reconhecidos internacionalmente

By | Eventos, Publicidade | Seja o primeiro a comentar!

A Locaweb anuncia que Porto Alegre ser√° a quarta cidade a receber o 16¬™ Encontro Locaweb de Profissionais de Internet, que acontecer√° no dia 8 de maio. Neste ano, o evento contar√° com dois curadores oficiais. S√£o eles: Martha Gabriel, PhD em marketing digital e autora de cinco livros, inclusive o best seller ‚ÄúMarketing na Era Digital‚ÄĚ e, Diego Eis, um dos maiores especialista do Brasil em Front end e criador do site Tableless, refer√™ncia em desenvolvimento com padr√Ķes web.

Responsável pela sala MBI (Marketing, Business & Innovation), Martha e seus convidados abordarão temas como empreendedorismo, tendências de tecnologia e marketing digital e, na Sala Tableless, Diego, também com seus convidados, irá tratar sobre o mundo dos desenvolvedores e tudo que o cerca, como linguagens de programação, códigos, responsive design, SEO, acessibilidade, entre outros.

Al√©m dos temas abordados na sala MBI, outra novidade fica por conta de 4 palestras din√Ęmicas, com dura√ß√£o de 20 minutos cada e, um painel final de discuss√£o mediado por Martha, com os participantes e os palestrantes. Entre estes est√£o:

  • Edney Souza, s√≥cio da boo-box e 00k e-business tools e professor de Redes Sociais na FGV, na ESPM e na Ecommerce School, com ‚ÄúO que o Marketing de Conte√ļdo pode fazer pela sua empresa‚ÄĚ;
  • Dado Schneider, mestre e doutor em comunica√ß√£o pela PUCRS e professor na HSM Educa√ß√£o (SP) e no MBA da ESPM (RS), com ‚ÄúParadoxos comportamentais que confundem as marcas‚ÄĚ;
  • Cesar Paz, s√≥cio-fundador da AG2 Publicis Modem e tamb√©m fundador da ABRADi, com “Digital, muito mais que advertsing e muito al√©m da integra√ß√£o“.

As inscri√ß√Ķes podem ser feitas pelo site pelo valor de R$ 100,00.

De acordo com Luis Carlos dos Anjos, gerente de marketing da Locaweb e respons√°vel direto pelo Evento, este ano marca uma importante mudan√ßa no conte√ļdo levado aos participantes. ‚ÄúPercebemos que existia uma lacuna para os desenvolvedores e especialistas em TI. Por conta disso, trouxemos dois profissionais bastante reconhecidos no mercado e desenvolvemos o melhor conte√ļdo para atender n√£o somente empreendedores, interessados em inova√ß√£o, e-commerce e marketing digital, como tamb√©m desenvolvedores, geeks e especialistas na √°rea‚ÄĚ.

Depois de Porto Alegre (08/05), ser√° a vez do Rio de Janeiro (15/05) e, por fim, S√£o Paulo (20/05) receberem o Evento. A expectativa da organiza√ß√£o do Encontro √© que ele re√ļna no total das seis edi√ß√Ķes deste ano, cerca de 3.500 participantes.

Na sua √ļltima edi√ß√£o em 2013, o Encontro uniu cerca de 3.000 participantes presenciais e mais de 8.400 visualiza√ß√Ķes online pela plataforma Eventials. Em seus 15 anos de realiza√ß√£o, j√° reuniu 26 mil pessoas.

Serviço:
08 de maio de 2014 ‚Äď Porto Alegre
Teatro CIEE ‚Äď Rua Dom Pedro II, 861 ‚Äď Higien√≥polis
Investimento: R$ 100,00
Programação e inscrição pelo site: eventos.locaweb.com.br

As primeiras 30 pessoas que se inscreverem usando o código ao lado
GANHARÃO 50% DE DESCONTO
Código promocional:
ParceriaOxiDigital

Sobre a Locaweb
A Locaweb √© l√≠der em Hosting Infrastructure Services no Brasil e na Am√©rica Latina em 2012, segundo a IDC. Com 16 anos de experi√™ncia, cerca de mil funcion√°rios e mais de 260 mil clientes, oferece solu√ß√Ķes em Software (SaaS), Plataforma (PaaS) e Infraestrutura (IaaS) e tem capacidade para mais de 25 mil servidores. De acordo com o relat√≥rio Hostmapper, a empresa √© l√≠der isolada no mercado de dom√≠nios .com.br. Entre 2012 e 2013, adquiriu tr√™s novas empresas: a Eventials (plataforma para transmiss√£o de eventos), a Tray Commerce (plataforma de loja virtual) e a All In Mail (plataforma de envio e gerenciamento de campanhas de e-mail marketing), SuperPay (Gateway de Pagamento Online), criando o Grupo Locaweb.

Contatos de imprensa
Edelman Significa ‚Äď www.edelmansignifica.com.br

Fernanda Brianezi Valim
[email protected]
Telefone: (55-11) 3060-3173

Joelma Silva
[email protected]
Telefone: (55-11) 3066-7714

Zoomyard - Contratar fotógrafo em Porto Alegre

Como contratar um fotógrafo?

By | Publicidade

Para facilitar a vida de todos que precisam contratar fotógrafos ou cinegrafistas, a ZoomYard criou uma plataforma que ajuda a conectar estes profissionais e seus clientes.

A plataforma é muito fácil de utilizar, e também disponibiliza um manual completo para clientes e profissionais.

Para contratar um fotógrafo profissional basta você se cadastrar em ZoomYard.com, solicitar um orçamento e logo em seguida vários de fotógrafos irão responder ao seu pedido.

Se voc√™ √© um fot√≥grafo, cadastre o seu portf√≥lio para que os clientes entrem em contato com voc√™. Voc√™ tamb√©m poder√° responder as solicita√ß√Ķes de or√ßamento dos clientes.

Saiba mais em ZoomYard.com

Zoomyard é uma plataforma que conecta Fotógrafos e Clientes

A lista de fot√≥grafos cadastrados na ZoomYard, passa por todas as regi√Ķes e principais cidades do Brasil, como:
S√£o Paulo: S√£o Paulo, Guarulhos, Campinas, S√£o Bernardo do Campo, Santo Andr√©, Osasco, S√£o Jos√© dos Campos, Ribeir√£o Preto, Sorocaba, Santos, Mau√°, S√£o Jos√© do Rio Preto, Mogi das Cruzes, Diadema, Jundia√≠, Carapicu√≠ba, Piracicaba, Bauru, S√£o Vicente, Itaquaquecetuba, Franca, Guaruj√°, Taubat√©, Limeira, Suzano, Praia Grande, Tabo√£o da Serra, Sumar√©, Barueri, Embu das Artes, S√£o Carlos, Mar√≠lia, Jacare√≠, Americana, Araraquara, Presidente Prudente, Indaiatuba, Cotia, Itapevi, Hortol√Ęndia, Rio Claro, Ara√ßatuba, Santa B√°rbara do Oeste, Ferraz de Vasconcelos, Francisco Morato, Itu, Itapecerica da Serra, S√£o Caetano do Sul, Pindamonhangaba, Bragan√ßa Paulista, Itapetininga, Mogi Gua√ßu, Franco da Rocha, Ja√ļ, Botucatu, …
Rio de Janeiro: Rio de Janeiro, S√£o Gon√ßalo, Duque de Caxias, Nova Igua√ßu, Niter√≥i, Campos dos Goytacazes, Belford Roxo, S√£o Jo√£o de Meriti, Petr√≥polis, Volta Redonda, Mag√©, Itabora√≠, Maca√©, Cabo Frio, Nova Friburgo, Barra Mansa, Angra dos Reis, Mesquita, Teres√≥polis, Nil√≥polis, Queimados, Maric√°, Resende, Araruama, Itagua√≠, Rio das Ostras, Itaperuna, Japeri, Barra do Pira√≠, S√£o Pedro da Aldeia, Serop√©dica, Tr√™s Rios, Saquarema, Valen√ßa, Rio Bonito, Cachoeiras de Macacu, Guapimirim, Paracambi, S√£o Francisco de Itabapoana, Para√≠ba do Sul, Santo Ant√īnio de P√°dua, Paraty, S√£o Fid√©lis, Mangaratiba, Bom Jesus do Itabapoana, Casimiro de Abreu, Vassouras, S√£o Jo√£o da Barra, Tangu√°, Itatiaia, Arraial do Cabo, Arma√ß√£o dos B√ļzios, Miracema, Paty do Alferes, Pira√≠, Bom Jardim, …
Rio Grande do Sul: Porto Alegre, Caxias do Sul, Pelotas, Canoas, Santa Maria, Gravata√≠, Viam√£o, Novo Hamburgo, S√£o Leopoldo, Rio Grande, Alvorada, Passo Fundo, Sapucaia do Sul, Uruguaiana, Cachoeirinha, Santa Cruz do Sul, Bag√©, Bento Gon√ßalves, Erechim, Gua√≠ba, Cachoeira do Sul, Santana do Livramento, Esteio, Iju√≠, Alegrete, Santo √āngelo, Sapiranga, Lajeado, Santa Rosa, Ven√Ęncio Aires, Farroupilha, Cruz Alta, Camaqu√£, S√£o Borja, Vacaria, S√£o Gabriel, Campo Bom, Montenegro, Carazinho, Taquara, Cangu√ßu, Parob√©, Santiago, S√£o Louren√ßo do Sul, Est√Ęncia Velha, Cap√£o da Canoa, Tramanda√≠, Os√≥rio, Ros√°rio do Sul, Santo Ant√īnio da Patrulha, Canela, Dom Pedrito, Itaqui,…
Santa Catarina: Joinville, Florian√≥polis, Blumenau, S√£o Jos√©, Crici√ļma, Chapec√≥, Itaja√≠, Lages, Jaragu√° do Sul, Palho√ßa, Balne√°rio Cambori√ļ, Brusque, Tubar√£o, Ca√ßador, S√£o Bento do Sul, Conc√≥rdia, Cambori√ļ, Navegantes, Rio do Sul, Ararangu√°, Bigua√ßu, Gaspar, Indaial, Mafra, Canoinhas, I√ßara, Itapema, Videira, Xanxer√™, S√£o Francisco do Sul, Laguna, Imbituba, Rio Negrinho, Curitibanos, Timb√≥, S√£o Miguel do Oeste, Guaramirim, Fraiburgo, Porto Uni√£o, Campos Novos, Tijucas, Bra√ßo do Norte, Pomerode, Joa√ßaba, Sombrio, S√£o Jo√£o Batista, Xaxim, Penha, Araquari, S√£o Joaquim, …
Minas Gerais: Belo Horizonte, Uberl√Ęndia, Contagem, Juiz de Fora, Betim, Montes Claros, Ribeir√£o das Neves, Uberaba, Governador Valadares, Ipatinga, Sete Lagoas, Divin√≥polis, Santa Luzia, Ibirit√©, Po√ßos de Caldas, Patos de Minas, Pouso Alegre, Te√≥filo Otoni, Barbacena, Sabar√°, Varginha, Conselheiro Lafaiete, Itabira, Araguari, Vespasiano, Passos, Ub√°, Coronel Fabriciano, Muria√©, Ituiutaba, Arax√°, Lavras, Itajub√°, Ita√ļna, Caratinga, Paracatu, Par√° de Minas, S√£o Jo√£o del Rei, Nova Lima, Patroc√≠nio, Tim√≥teo, Manhua√ßu, Nova Serrana, Una√≠, Curvelo, Alfenas, Jo√£o Monlevade, Tr√™s Cora√ß√Ķes, Vi√ßosa, Ouro Preto, …
Paran√°: Curitiba, Londrina, Maring√°, Ponta Grossa, Cascavel, S√£o Jos√© dos Pinhais, Foz do Igua√ßu, Colombo, Guarapuava, Paranagu√°, Arauc√°ria, Apucarana, Toledo, Pinhais, Campo Largo, Arapongas, Almirante Tamandar√©, Umuarama, Camb√©, Piraquara, …

Conheça todas as cidades em ZoomYard.com

 

Estratégias de Marketing Digital

By | Consultoria em SEO, E-mail Marketing, Gera√ß√£o de Conte√ļdo, Gest√£o de Redes Sociais, Links Patrocinados, Lojas Virtuais (E-commerce), Marketing Digital, Publicidade

Marketing Digital é Marketing na essência! E nesse aspecto os princípios de marketing se aplicam totalmente. Usamos neste artigo os princípios de marketing de relacionamento para criar uma estratégia baeada na Web. O Marketing de Relacionamento é uma filosofia de administração empresarial baseada na aceitação da orientação para o cliente e para o lucro por parte de toda a empresa, e no reconhecimento de que se deve buscar novas formas de comunicação para estabelecer um relacionamento profundo e duradouro com os clientes, prospects, fornecedores e todos os intermediários, como forma de obter uma vantagem competitiva sustentável.

Estratégias em Marketing Digital

Portanto, Marketing de Relacionamento usa as ferramentas de Database Marketing, Telemarketing e Comunica√ß√£o Dirigida, assentando-se sobre informa√ß√Ķes, conhecimento e experi√™ncia (Knowledge-based e experience-based):

  • Sobre a tecnologia na qual compete;
  • Sobre a sua concorr√™ncia;
  • Sobre os seus clientes;
  • Sobre novas fontes de tecnologia que podem alterar o ambiente competitivo;
  • Sobre sua pr√≥pria organiza√ß√£o:

Leia Mais

A import√Ęncia da manuten√ß√£o e do gerenciamento de comunidades online

By | Consultoria em SEO, Gest√£o de Redes Sociais, Marketing Digital, Publicidade

Sou estudante de economia e estou para me formar em breve. Em fun√ß√£o disso, torna-se um pouco √≥bvio o meu gosto e simpatia com a interpreta√ß√£o de n√ļmeros, assim como gr√°ficos e tabelas. Gerar discuss√Ķes atrav√©s de n√ļmeros √© muito interessante e isso √© uma das coisas que faz a √°rea ser t√£o importante, capaz de gerar grandes decis√Ķes para governos e pessoas. Para uma empresa √© totalmente necess√°rio e aceit√°vel levar em considera√ß√£o a situa√ß√£o do seu mercado em que atua, justamente em fun√ß√£o dos n√ļmeros em que s√£o apresentados.

Mas voc√™, como simples mortal frequentador de redes sociais, estabelecer metas estat√≠sticas como prop√≥sito para entrar no mundo digital √© a mesma coisa que fazer aulas de jiu-jitsu para dan√ßar ballet. Ou seja, a sua estrat√©gia n√£o est√° correta e o ambiente que voc√™ entrou menos ainda. N√£o tente tratar suas conex√Ķes como simples n√ļmeros e estat√≠sticas nas suas redes. N√£o dar√° certo e voc√™ n√£o conseguir√° extrair nada desse ambiente. E se voc√™ ainda apostar nessas atitudes, n√£o venha me dizer que as m√≠dias sociais n√£o servem para nada. Leia Mais

Qual a diferença entre SMM, SEM, SMO e SEO?

By | Consultoria em SEO, E-mail Marketing, Gera√ß√£o de Conte√ļdo, Gest√£o de Redes Sociais, Links Patrocinados, Lojas Virtuais (E-commerce), Marketing Digital, Publicidade

No mundo do marketing digital a utiliza√ß√£o de siglas para determinar algum termo t√©cnico √© muito comum. Nos √ļltimos tempos muito tem se falado em SEO, uma t√©cnica para otimiza√ß√£o de sites, junto com ela apareceu o SEM que al√©m de agregar a otimiza√ß√£o traz tamb√©m m√©todos para aumentar a visibilidade do site, depois com a ascens√£o da comunica√ß√£o digital se tornou praticamente obrigat√≥rio a presen√ßa de empresas em m√≠dias sociais, dessa necessidade nasceu o termo SMO, um m√©todo de otimiza√ß√£o em m√≠dias sociais, agregado a ele veio o SMM, que trata das estrat√©gias em m√≠dias sociais, entendeu ou ficou confuso?

SMM, SEM, SMO e SEOVamos explicar cada uma delas, pois at√© profissionais da √°rea √†s vezes se confundem, inserem estrat√©gias erradas e tratam de maneira incorreta o seu p√ļblico-alvo. L√° vamos n√≥s:

SMM: Tamb√©m conhecido como Social Media Marketing ou Marketing em M√≠dias Sociais, √© uma estrat√©gia utilizada com o objetivo de aplicar o marketing em m√≠dias sociais. Apareceu h√° pouco tempo, veio da necessidade de manter o usu√°rio utilizando a m√≠dia social a favor da empresa, pois n√£o adiantava t√©cnicas SMO se o usu√°rio n√£o se tornava fiel a m√≠dia social. O SMM busca criar conte√ļdo de qualidade para o usu√°rio e neg√≥cios atrav√©s da colabora√ß√£o, compartilhamento e engajamento em redes sociais, gerando visibilidade e identidade para a empresa.

SEM: Search Engine Marketing ou Marketing para Ferramentas de Busca, √© uma jun√ß√£o de t√©cnicas onde o principal objetivo √© aumentar e melhorar a visibilidade de sites em mecanismos de busca. Al√©m de utilizar o SEO como t√©cnica agregada, o SEM tamb√©m utiliza t√©cnicas em links patrocinados e display. O link patrocinado √© uma maneira de fazer seu site aparecer nas primeiras posi√ß√Ķes, por√©m utiliza apenas os dois primeiros resultados do lado esquerdo e o resto aparece no lado direito, j√° o display s√£o an√ļncios em sites parceiros de determinados buscadores, o Google por exemplo. Leia Mais

Redes sociais: qual tipo de usu√°rios queremos atrair?

By | Gest√£o de Redes Sociais, Marketing Digital, Publicidade

Redes sociais: qual tipo de usu√°rios queremos atrair?

Um analista de¬†m√≠dias¬†sociais √© cobrado rotineiramente para desenvolver campanhas para atrair novos seguidores e fazer com que a marca seja popularmente conhecida.¬†A estrat√©gia quantitativa sem d√ļvida √© essencial e √© vendida para os¬†clientes¬†como o principal retorno de investimento na campanha. Entretanto, a qualidade da participa√ß√£o n√£o √© necessariamente medida em n√ļmeros e algumas quest√Ķes devem ser postas na mesa: ser√° mesmo que promo√ß√Ķes atraem usu√°rios de qualidade? Qual √© o “porque” da bonifica√ß√£o em troca de popularidade? E os interessados na marca por motiva√ß√£o pr√≥pria, como incentiv√°-los? Leia Mais